12 – Criação do seu programa de atividade física

Não existe nenhum plano generalizado para todas as pessoas com diabetes, pois este deve ser específico de acordo com as necessidades de cada indivíduo, baseadas nas suas atividades diárias, interesses e possibilidades físicas. É importante discutir com a equipa médica que acompanha o tratamento da pessoa com diabetes quais os exercícios indicados para a mesma, nunca esquecendo a opinião do profissional de exercício. Os especialistas em conjunto podem criar um programa de atividade física para a pessoa com diabetes que se adequa ao seu quotidiano e às suas necessidades.

Um dos aspetos mais importantes diz respeito à escolha da atividade física de acordo com o gosto e interesse individual. Seja caminhada, corrida, bicicleta ou natação, todas são boas opções. Mesmo no seu quotidiano poderá aproveitar para se mexer um pouco mais, por exemplo: utilizar as escadas ao invés de ir de elevador, estacionar o carro mais longe do local de trabalho ou sair numa paragem de autocarro anterior à sua.

Deverá planear o número de sessões semanais de exercício físico, bem como a intensidade e a duração das mesmas. Para aqueles que não apresentam contraindicações as recomendações gerais mínimas passam por acumular um total semanal de 150 minutos de exercício aeróbio de intensidade moderada (exemplo: caminhada, bicicleta, atividades aquáticas, etc.), que poderá ser fracionada em sessões mínimas de 10 minutos.

Posted in: Diabetes